Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Life of a Wonderer

Life of a Wonderer

Favoritos de Junho

Favoritos.jpg

 

Junho marcou o início das férias de Verão, apesar de – confesso – ainda não sentir que estou de férias. Não sinto que tenha descansado nada no mês que passou, apesar de não ter absolutamente nada para fazer. Independentemente disso, em todos os meses há sempre coisas que se destacam e, três meses depois de escrever um post deste género, aqui estou eu para partilhar tudo aquilo que ficou do mês de Junho!

música.png

Herside Story - É só no meu spotify que as músicas guardadas vão ganhando pó? Sabem, aquelas que não ouvem tanto como as outras? Às vezes vou fazendo uma limpeza, à medida que descubro músicas que foram ali parar não sei bem como nem porquê e que nunca mais ouvi nem memória tenho delas. Depois há as outras vezes, aquelas em que descubro músicas que foram ali parar não sei bem como nem porquê, das quais não tenho memórias, mas que também não sei porque é que nunca mais as ouvi. Esta foi uma delas. Não faço ideia de onde ela veio (não acho que tenha ouvido o artista ou o álbum, resta-me imaginar que passou na rádio e eu a procurei, apesar de não me lembrar dela na rádio também), mas gostei tanto no minuto que a voltei a ouvir, que tem sido mesmo uma das minhas favoritas do mês, além de a cantar mentalmente (e em voz alta) várias vezes por semana. Mas agora a sério: ela costumava passar na rádio? Alguém me refresque a memória, por favor!

 

Call Out My Name - Quando ouço álbuns, por norma, são poucas as músicas que me ficam e que volto a ouvir. O The Weeknd tem um dos álbuns que mais músicas permaneceram e até hoje ouço imensas vezes (Beauty Behind the Madness), e só por isso ele já merece toda a minha admiração. Não posso dizer que o My Dear Melancholy tenha sido igual nesse aspecto, mas uma das músicas que mais me ficaram foi esta (que passa muito na rádio também). É uma coisa que uma música nos faça sentir felizes, tristes, nostálgicos. É algo completamente diferente que nos faça sentir exactamente aquilo que o artista sente e quer que sintamos. Não é algo que aconteça muito comigo ao ouvir uma música, mas esta música para mim passa toda a dor e sofrimento que eu acho que pretende passar, e faz-me senti-la de forma crua e autêntica. É uma música linda, e destrutiva. E, convenhamos, o The Weeknd é um artista do caraças.

 

youtube.png

"Billy on the Street - Would You Have Sex with Paul Rudd?" - Este vídeo já é um favorito do mês de Maio, e continua a sê-lo este mês. Não tem nada a acrescentar em termos de conteúdo, é pura e simplesmente engraçado. O Billy Eichner (que entrou na última temporada de American Horror Story, já agora!) costumava fazer este tipo de vídeos, pelas ruas de Nova Iorque. Depois de saber disto vi alguns e este continua a ser o mais engraçado – já perdi a conta às vezes que o vi, porque não me consigo fartar, e confesso que já sei algumas partes de cor e salteado.

 

"Confronting my Dads ANTI-LGBT Past" - O Manny MUA pôs o próprio pai a falar-nos do seu passado homofóbico, e este vídeo foi algo tão importante e que me fez voltar a ter esperança na humanidade. Muitas vezes é mais fácil resignarmo-nos à frustração que sentimos quando nos deparamos com alguém que não compreende, é mais fácil acreditarmos que é impossível mudar mentes casmurras e ignorantes. Este vídeo mostrou-me que, por vezes, o amor pode falar muito mais alto que o ódio. O pai do Manny agarrou-se ao amor que sente por ele, percebeu que havia algo de errado com a sua forma de pensar e não com o filho e começou a trabalhar nisso. Eu nem sigo o Manny no YouTube, mas estou mais que grata que este vídeo me tenha sido sugerido.

 

beleza.png

Revlon Uniq One - Há já pouco mais de um ano que estico o cabelo todos os dias e, não sei bem o que me deu, mas há umas semanas decidi voltar a andar com o cabelo natural. Não foi propriamente por motivos de força maior (cabelo estragado, por exemplo), mas simplesmente apeteceu-me tentar. O meu cabelo natural é ondulado, apesar de ultimamente ter perdido um pouco a forma. O Uniq One é um dos produtos que me tem acompanhado nesta transição capilar e clama ter 10 benefícios (sendo, portanto, um produto 10-em-1). Além de dar mais forma às minhas ondas, ajuda bastante com o frizz! Não é um produto milagroso, mas acho que é o produto que mais ajuda nesse aspecto dos que usei até hoje. Dá para usar em qualquer situação de emergência e até dá vontade de levar comigo na carteira! Além disso, tem um cheiro maravilhoso.

 

leitura.png

Pocketbook Basic 3 - Novidades, novidades: comprei um e-reader! Estava à procura de uma coisa barata que servisse o seu propósito de forma minimamente decente. Decidi-me, então, por este. Os únicos "senão" (que para mim não o são, visto que o comprei na mesma e não me importei muito) são que não tem ecrã táctil e não tem cores (é a preto e branco). De todas as razões que tinha para querer um e-reader, nunca pensei que me fosse fazer ler muito, muito mais. Mas é o que tem estado a acontecer até então, por ser tão leve e fácil de levar comigo para qualquer lado. Nada supera a sensação de folhear um livro, mas a leveza e praticidade de um e-reader também conquistam muito.

 

A Series of Unfortunate Events - Um pouco com a ajuda do e-reader, mas também por ser simplesmente uma série maravilhosa: não consigo parar de ler estes livros! Já vou para o 4º livro e sinto-me cada vez mais conquistada, além de serem livros pequenos e muito fáceis de ler. Estou a planear escrever uma review da série inteira quando a terminar (para não haverem treze posts quase seguidos sobre os treze livros todos!).

 

Pocketbook.jpg

 

roupa.png

Pijama - Não sei se é estranho ter um pijama nos meus favoritos, mas este mês foi a minha primeira vez na Primark (sim, a sério!) e só não me perdi mais porque até sou um bocadinho controlada. A verdade é que estava mesmo a precisar de pijamas (e reservei a ida à Primark para isso mesmo), sendo que comprei três conjuntos de Verão. Quando vi este (na primeira foto ali ao cimo), foi amor à primeira vista! A foto não lhe faz jus nenhum. Sempre quis um pijama deste género, embora não saiba bem explicar porquê. Gosto muito da aparência que este tipo de tecido dá e, de todo o género de pijamas que existam e em que se possa pensar, este é um dos que me lembram um pijama típico e clássico. Não sei, acho-o adorável e até romântico – ainda mais sendo de um cor de rosa mais clarinho – e, apesar de a minha intenção ter sido comprar pijamas com camisolas de alças, este teve que ir junto com eles. Se não me engano, custou 8€!

 

casa.png

Almofada - Mais um achado da Primark (como a maior parte dos produtos na loja, aliás). Já queria uma almofada de pêlo há muito tempo e, tal como aconteceu com o pijama, apaixonei-me por esta almofada assim que pousei os olhos nela. Começo a notar um padrão, porque mais uma vez é um cor de rosa clarinho, o que é irónico porque o cor de rosa nem é das minhas cores preferidas. Mas estes mais clarinhos conquistam-me sempre! Ao contrário do pijama, não levei logo a almofada comigo. Na verdade, só ao fim do meu passeio pela loja, prestes a ir para as caixas, pensei melhor e fui buscá-la. Sabia que ia encontrar almofadas deste género noutro sítios por mais de 15€, talvez até mais de 20. E esta custou quanto? 4 euros. Isso mesmo: 4 euros! Seria burra se não tivesse aproveitado.

 

Almofada.jpg

 

alimentação.png

Sumos de fruta - Mais uma coisa que não faço ideia se é estranho pôr nos favoritos, mas este mês tenho feito mais sumos de fruta do que o habitual. Por vezes, apetece-me algo leve para o lanche, e fazer um sumo de fruta tem-se tornado a solução, além de ser perfeito para o Verão (um sumo fresquinho é mesmo o que apetece!). Tenho que acrescentar que eu não sou pessoa de fruta – tirando ananás ou morangos, não costumo comer fruta de todo –, por isso é uma excelente maneira (além de saudável) de preencher essa lacuna na minha alimentação. Além disso, adoro a criatividade que vai para este tipo de coisas (assim como os batidos), podemos deitar tudo o que quisermos, até as combinações que parecem mais estranhas, mas que acabam por resultar!

 

Quais foram as coisas que marcaram o vosso mês? Partilhem comigo nos comentários!

Sobre mim


24 anos, estudante de Psicologia. Apaixonada por Lisboa e por gatos. Introspectiva por natureza e com muitos pensamentos para partilhar!

📖 A ler: The Night Circus (Erin Morgenstern) // The Ersatz Elevator (Lemony Snicket) // A New Earth: Awakening to Your Life's Purpose (Eckhart Tolle)

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D